quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

muitos robalos debaixo de muita chuva em Bertiágua.

Salve amigos pescadores.

Desde o começo do ano ja havia reservado o sábado 31/01/2015 na agenda do guia Nê de Bertioga. Os planos era tentar os pevões e galos costeiros da região, porém, na sexta, véspera da pescaria o Nê me ligou e disse que o tempo virava bruscamente e só poderiamos pescar no canal, ofereceu inclusive pra adiarmos a pescaria, mas como teimoso que sou decidi ir assim mesmo e tentar pegar os bixos no canal. Os amigos josé souto e matheus calazans aceitaram me acompanhar nesta jornada apesar das previsões de chuva...

Assim as 6:00 da manhã do sábado estávamos cruzando a balsa Bertioga-guaruja debaixo de muita chuva!! a caminho da nautica chinen...



A chuva era tanta que ao chegar na náutica o guia Nê perguntou se queria-mos abortar, confesso que nesta hora eu pensei seriamente no assunto mas fui rapidamente interrompido pelos companheiros que estavam afim de pescar de qualquer maneira... hehehe

E assim debaixo de muita água saímos em busca dos peixes, tentamos coqueiro alto, tapioca, poço do zico, dois pontos do cabuçu e naaada... quanto mais subia mais a água sujava!!

na volta tentando novamente em outro ponto na região do coqueiro alto é que saiu o primeiro... não muito "esperado" hehehe



depois disso tentamos mais uns dois pontos sem sucesso, até que na rodada da balsa eu peguei o primeiro Peixe de fato! do dia...



por alí acertamos um carduminho...









O dia estava de peixes muito manhosos! trocamos várias vezes de cor de camarão e peso de jig head, além de trocar muitas vezes de cor de jig e peso de jig, mas as poucas ações aconteciam só no camarão vivo! no dia todo foram somente 3 peixes na artificial e mais de 50 na natural...

Perto do meio dia o jeito era almoçar pão com queijo molhado e claro: Brindar!!! hehehe



ainda insistimos bastante no local mas a única ação foi de... advinhem:



subindo um pouco o rio pra um ponto perto da chinen achamos novamente alguns peixes...
E eu peguei o segundo peixe na artificial do dia! um Pevinha no jig pac cromado de 24 gramas da Ns.



neste ponto as ações estavam bem mais frequentes!! e sairam muitos peixes!!









mas o peixe continuava rejeitando todo tipo de IA, somente camarão vivo rendia! até que o guia nê fisga algo bruto no camarão de borracha! achamos ser um pevão... maaas... heheh



e apesar da insistencia esse foi o último peixe na artificial do dia, mas no camarão vivo:









O amigo José Henrique queria pegar o troféu mas teve umas linhas estouradas e capturou muitos pequenos... mesmo assim se apaixonou pelos centropomus.



E assim perto das 16:00 encerramos a pescaria onde a chuva não parou um segundo sequer! mas mesmo assim todos ficaram muitos felizes pela quantidade de ações!! e tão felizes que nem sentiamos mais o frio do corpo...



Assim foi mais um dia em Bertioga onde a experiência do Nê que não tirou um minuto sequer a mão do motor elétrico fez toda a diferença e garantiu uma ótima pescaria mesmo em situação Adversa!!

Abração e boas pescarias.
Pleffer.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Dia de água muito suja em Bertioga - Salvo pelos jumping jigs

Salve amigos pescadores.

Sabadão 24/01/2015 eu e o amigo Mauricio seguimos pra bertioga afim de funcionar o motor do amarelão e também tentar uns peixinhos...



na sexta-feira havia chovido muito, mas muito mesmo no litoral!! a chuva chegou até a causar estragos em Santos e cubatão...
ja descemos sabendo desta condição e contando com uma provável água suja, como a maré iria ser de vazante na manhã iriamos esperar pela enchente pra tentar o pincho, quando a água do mar teóricamente mais limpa adentra os manguês...

assim sendo partimos em direção a costeira logo cedo, pra tentar uns galos no camarão com jig head! porém ao sair da barra as condições do mar embora permitissem a navegação não eram nem de longe as ideais para pesca costeira...



o mar estava mechido e com algumas vagas maiores, além disso devido a frente fria dos ultimos dias que havia deixado o mar grande ele estava com a água bem turva próximo as pedras...



Insistimos um tempo na lajinha da barra, guaras e camburi porém sem nenhuma ação...



tentamos com jig e jig head no meio das pedras mas o máximo que conseguimos foi enrroscar.



a saída foi voltar e tentar o canal, começamos tentando as famosas pedras do tapioca...



depois tentamos o pincho nos rios iriri e mocó. mas absolutamente nada de ação...



tentamos pinchar nas famosas pilastras da marina destivada e nada de ação...



pinchamos ainda no rio da tia wanda e NADA!



assim as 14 horas ja estávamos adentrando o rio da boia verde...



nesta hora ja havia me conformado em sair dedão... seria o primeiro dedão de 2015! mas faz parte, afinal insistimos em pescar mesmo com as condições adversas...

porém na boia verde insistindo no jumping jig e jig head logo consegui fisgar algo e o mauricio também!! na mesma hora!!
tirada de dedo com um doublê.



e dai começou uma pegadeira que se não convencia pelo tamanho, pelo menos divertia pela quantidade de ações...







Foi quando fisguei algo mais forte e gritei: "prepara a camera!!" não deu outra, baaagre pra foto... kkkkkkk



pouco depois entre tricks e ovevas pego um saltador!! pequeno mais muito comemorado, primeiro flexa de 2015!!



e depois dentre muitos tricks de pevas mais uma fisgada "diferente" mauricio pegou um sirí no jig head!! kkk



E assim segui a pesca...





aproveitávamos ao máximo a pegadeira dos pequenos, ja que todo o resto havia falhado...
E assim no meio da pegadeira, peguei o segundo flexa de 2015! no jig gumi 17 da NS este jig aliás se mostrou muito eficiente neste dia, pegando muito mais que os outros...



espero que o terceiro flexa seja melhor... hahaha
seguindo a pescaria, fomos pegando ovevas e tricks...



até que ja cansados dos pequenos e no reponto da enchente resolvemos procurar peixes maiores...
tentamos o famoso rio dos porvas, local onde ja encontramos flexas em situação semelhante...



mas desta vez o rio estava sem nada...



tentamos ainda novamente no wanda...



foi por lá que a única ação do dia no pincho se manifestou... um trick para o Maurício!



E assim ainda insistimos no mocó e itapanhau, mas NADA! zero ação... e perto das 18 um céu bem fechado nos mostrava que era hora de zarpar de volta ao porto!



E assim foi mais um dia. Dia do peixe! mas a gente não desiste!
Abração.
Pleffer.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Matando a saudade do pincho com o Nono Faria em cananeia

Salve amigos pescadores.

Sábadão dia 17/01/2015 eu(Pleffer) e os amigos Lincon e Pacheco descemos pra Porto cubatão onde tinhamos uma pescaria marcada com o nosso amigo e guia Nonô Faria! seguiría-mos subindo os rios em busca do flexão de gamboa!!

Saímos de São paulo as 2:30 e pontualmente as 6:00 depois de um belo café da manhã no graal estávamos em porto cubatão onde o nonô ja nos aguardava...



Rapidamente descarregamos as tralhas e partimos!!



ja no primeiro arremesso do dia os ataques começaram!! um belo cardume de carapaus pra nossa alegria veio nos receber...



E ja ali perto começamos a ver que alguns ataques eram diferentes...



E não deu outra!! robalo na linha!!



vários robalos começaram a entrar no pincho, infelizmente a maioria pequenos...



mas mesmo assim divertidos!



depois de pegar uns 20 cada um e ver que tava díficil um "dos bão" desci pro jig head pra ver e veio batida mais forte! porém não era robalo... hehehe



O Lincon seguia insistindo no pincho até que ele teve uma baita corrida! a briga foi das boas, mas também era carapitanga... eita bicho forte!! hehehe



Com a maré repontando mudamos de ponto e fundeamos num poço de pescadas pra aproveitar a maré parada...
Se o poço é de pescadas, pegamos...





porém as pescadas estavam atacando pouco o jig e no camarão não estavam fisgando, momento de testar a montagem downshot com jig, para esta montagem basta utilizar um girador triplo (como se fosse fazer pernada) e na ponta de baixo colocar 20 cm de fluor e um jig gumi 17 da Ns (o meu preferido pra pescadas) e na pernada colocar 70 cm de fluor e um camarão EBI de 7cm geralmente nas cores chá com vermelho e chá com dourado...

montei o sistema e não deu outra!!
comecei com pampo...



E cada arremesso era um peixe...



não falhava um arremesso...



as vezes vinham de dois!!
Apelidei o sistema de "Downshot jigado" hehehe



porém quando a maré começou a subir deixamos as pescadas de lado e partimos pro Objetivo do dia: Centropomus.



a tarde toda os robalos apareceram com vontade, uns muuito pequenos...



outros até razoáveis...



e muitas fugas e saltos também, o peixe tava pegando sempre na beiradinha da boca no pincho! tava manhoso...

fico devendo mais fotos da parte da tarde, isso porque garças ao calor de 40 graus a câmera não resistiu e deu problemas, mas em resumo a tarde toda durante a maré de enchente acertamos centenas de tricks e alguns robalos de medida, tudo no pincho e muitos na superfície :)

no reponto da enchente, entramos numa gamboa onde 4 flexas de bom porte(passavam fácil dos 5 kgs) nos deixaram de coração na mão... seguiram e bateram em nossas iscas, deram mais de um bote!! porém não fisgaram... :S valeu a emoção... hehehe
Todos os 3 pescadores tiveram ataques nesta gamboa e os 3 ficaram de boca aberta depois de não engatar e os bichos assustarem e ir embora... faz parte!! hehehe um dia do peixe e outro do pescador...

depois do reponto ainda insistimos por 1 hora, mas nada dos flexas voltarem... quando a vazante recomeçou os pevas voltaram com força!! mas infelizmente era perto das 17:30 e ja estava na hora de nosso retorno! deu tempo apenas de fisgar alguns e se despedir desse paraíso chamado cananeia...



Abração.
Pleffer.